Weby shortcut

REDE GOIANA DE PESQUISA EM TUBERCULOSE

ufg logo
IPTSP
Programa de Pós Graduação em Medicina Tropical e Saúde Pública

  • Ana Paula e André

    Ana Paula e André

  • RGPTB n o 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva/ABRASCÃO - 2015

    RGPTB n o 11º Congresso Brasileiro de Saúde Coletiva/ABRASCÃO - 2015

  • festa de final de ano 2016

    festa de final de ano 2016

  • componentes

    componentes

  • sbm 2015

    sbm 2015

  • IC no Conpeex

    IC no Conpeex

  • slamtb

    slamtb

  • foto comemorativa dos 50 anos da Escola de Veterinária

    foto comemorativa dos 50 anos da Escola de Veterinária

  • premiação PIBIC 2013 Joseane Damasceno Rosa

    premiação PIBIC 2013 Joseane Damasceno Rosa

  • Baile UFG 2013

    Baile UFG 2013

  • SBI 2016

    SBI 2016

  • Palestra em Mesa redonda SBI 2016

    Palestra em Mesa redonda SBI 2016

  • Apresentação oral slamtb 2018

    Apresentação oral slamtb 2018

  • Apresentação oral no evento

    Apresentação oral no evento

  • VISITA técnica INDIA

    VISITA técnica INDIA

  • capa do artigo danilo resende

    Artigo publicado na relação patógeno-hospedeiro: obesidade, diabetes e tuberculose:Non-classical circulating monocytes in severe obesity and obesity with uncontrolled diabetes: A comparison with tuberculosis and healthy individuals

    Obesidade grave e diabetes levam a uma diminuição significativa na qualidade de vida. Embora controversa, em toda a população
    estudos têm implicado a obesidade no desenvolvimento da tuberculose (TB). Monócitos não-clássicos têm
    já foram descritos na obesidade e na tuberculose, enquanto no diabetes eles têm sido associados a desfechos clínicos mais desfavoráveis.
    O presente estudo enfoca o significado funcional de várias populações de monócitos de obesos, relacionados à obesidade
    diabéticos (OBDM), não-obesos / diabéticos, tuberculosos e não-obesos, controles saudáveis. Monócitos
    foram avaliados medindo a expressão de CD86, CD206, TLR-2 e TLR-4, bem como a produção de IL-6, IL-12,
    e usando um ensaio de inibio do crescimento de micobactias para Mycobacterium tuberculosis e M. abscessus subsp.
    massiliense. Monócitos não-clássicos de pacientes com OBDM e TB não-obesos exibiram perfis de ativação semelhantes
    (Expressões CD86 / CD206 / TLR-2 e TLR-4). Apenas monócitos de pacientes com tuberculose tiveram uma maior positividade para IL-12
    e IL-6, enquanto os níveis séricos de adiponectina aumentaram de forma semelhante entre os pacientes com TB e OBDM. Monócitos de
    pacientes com TB ativa e OBDM foram mais permissivos ao crescimento de Mtb do que indivíduos obesos, mas essa suscetibilidade
    não foi observado para M. abscessus subsp. massiliense. A partir desses achados, concluímos que diabetes e tuberculose
    tinham semelhanças na população de monócitos não-clássicos circulantes, melhorando nossa compreensão
    da associação dessas doenças.
     
  • artigo toap

    Novo artigo publicado pelo grupo: Peptides ToAP3 and ToAP4 decrease release of inflammatory cytokines through TLR-4 blocking

    Antimicrobial peptides (AMPs) are small molecules with microbicidal and immunoregulatory activities. In this study we evaluated the anti-inflammatory and antimicrobial activities of peptides ToAP3 and ToAP4, AMPs from the venom of the Brazilian scorpion Tityus obscurus. To test the peptides’ activity, murine bone marrow-derived macrophages (BMDMs) or dendritic cells (BMDCs) were stimulated with peptides plus LPS to analyze their ability to modulate cytokine release as well as phenotypic markers. For antimicrobial analysis, we evaluated the indirect activity against macrophage-internalized Cryptococcus neoformans and direct activity against Mycobacterium massiliense. Our data demonstrate that they were able to reduce TNF-α and IL-1β transcript levels and protein levels for BMDM and BMDC. Furthermore, the reduction of TNF-α secretion, before LPS- inflammatory stimuli, is associated with peptide interaction with TLR-4. ToAP4 increased MHC-II expression in BMDC, while ToAP3 decreased co-stimulatory molecules such as CD80 and CD86. Although these peptides were able to modulate the production of cytokines and molecules associated with antigen presentation, they did not increase the ability of clearance of C. neoformans by macrophages. In antimicrobial analysis, only ToAP3 showed potent action against bacteria. Altogether, these results demonstrate a promising target for the development of new immunomodulatory and anti-bacterial therapies.